AdSense

ÚLTIMAS

recentposts

magens do circuito de monitoramento de um posto de combustível em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, mostram o modo peculiar e ousado de agir de um assaltante – que roubou o local duas vezes neste fim de semana. Ele chega ao estabelecimento de táxi, à luz do dia, e abraça as vítimas para simular ser conhecido delas (assista acima). O G1 teve acesso às imagens do posto, que fica na Rua Doutor Deodato Wertheimer, no Mogi Moderno, e mostra os dois assaltos feitos pelo mesmo ladrão. No vídeo de sábado (15), é possível ver o homem de camiseta vermelha e bermuda chegando ao posto de táxi – que fica aguardando longe da bomba. Na presença de outros clientes, o suspeito desce do táxi, caminha até o frentista e o abraça. Eles conversam por um tempo e depois o frentista sai, se dirigindo para o escritório do posto e sendo seguido pelo suspeito. Ele entra e sai minutos depois, embarcando no táxi e indo embora. Já no vídeo do roubo de domingo (16), o táxi passa em frente às bombas. Depois aparece o suspeito de camiseta branca e bermuda, que novamente abraça um frentista antes de pegar o dinheiro. Ameaça Segundo a polícia, o primeiro roubo ocorreu por volta das 14h. De acordo com o funcionário, o homem anunciou o assalto e o ameaçou de morte. O frentista o levou até o caixa, onde roubou R$ 141. Após isso, o criminoso entrou no táxi e foi embora. No domingo, a ação ocorreu por volta das 12h27. O mesmo homem volta ao posto de combustíveis em outro táxi e novamente anuncia o assalto. Segundo a polícia, o suspeito intimidou o funcionário abraçando-o, da mesma forma que no dia anterior. O frentista aponta o caixa, e o homem leva R$ 144. De acordo com os funcionários, o ladrão novamente fugiu no táxi – onde havia ainda duas mulheres. Segundo o delegado Argentino da Silva Coqueiro, titular do 1º Distrito Policial, em cada roubo foi usado um táxi diferente. Dívida O taxista que acompanhou o suspeito no assalto do sábado foi ouvido pela polícia como testemunha. “Ele dizia que era para o taxista esperar que ele pegaria um dinheiro de uma dívida”, afirmou o delegado. O envolvimento das mulheres nos crimes ainda está sendo investigado pela Polícia. Segundo a polícia, além dos roubos no posto da Rua Doutor Deodato Wertheimer, o mesmo suspeito também assaltou outro posto da mesma rede na Avenida Lothar Waldemar Hoenne, no bairro do Rodeio, no final da tarde de domingo. Depois dessa ação, ele foi capturado por policiais da Força Tática. De acordo com o delegado Argentino Coqueiro, o envolvimento do suspeito em outros roubos a postos de combustíveis está sendo investigado. Ele está detido no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mogi das Cruzes,

Filho de três anos do casal foi abandonado por mulher em estação do BRT.
Documentos do casal foram encontrados queimados no quintal.


Foto de Nardyne e Deonir com o filho, de 3 anos, postada no início de agosto (Foto: Reprodução/Facebook)
Foto de Nardyne e Deonir com o filho, de 3 anos.
(Foto: Reprodução/Facebook)

A Polícia Civil do Rio solicitou a coleta de DNA de dois corpos não identificados que estão no IML para confronto genético com familiares do casal Nardyne Dias e Deonir Lima Sales, desaparecido desde a semana passada. O filho do casal foi abandonado por uma mulher no terminal Alvorada do BRT na última quinta-feira (13), como mostraram imagens da câmera de segurança do local.
Os corpos foram encontrados esquartejados, na quinta-feira (13), dentro de uma fábrica abandonada em Santa Cruz, na Zona Oeste. Em um dos corpos a polícia encontrou uma tatuagem semelhante a que mãe da criança tem. Equipes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) realizam diligências para coletar informações que possam ajudar no caso. O prazo para o resultado do exame de DNA é de 15 a 30 dias.
Nesta segunda-feira (17), o primo do menino de 3 anos disse que "os pais não deram sinal de vida". "Tudo indica que aconteceu alguma coisa. A única coisa que estava anormal eram os documentos que estavam queimados no canto do quintal. Tinha notebook, tablet e som roubado", afirmou Carlos Silva. "Eles eram supertranquilos, eu passava o dia lá. Não tinham inimigos, e a família era superunida”, contou o primo do menino.
saiba mais
  • Primo de abandonado em BRT no Rio diz que pais 'não deram sinal de vida'
  • Criança de 5 anos é deixada sozinha na estação do BRT Alvorada, Rio
Casal tinha problemas com parentes
Pedro Dias, irmão de Nardyne, disse que ela e o marido moram em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, e que o casal tem problemas com a família dele. "Já chegou a ter agressão física, mas isso foi ano passado", revelou.

O primo de Nardyne afirmou ainda que a mulher flagrada nas imagens abandonando a criança não é a mãe e nem a avó paterna do menino. “A mãe era magra, de pequena estatura, cabelo curto. O cabelo da mulher [nas imagens] é maior. Tenho certeza de que não é ela”, disse Carlos.
Mulher que abandonou criança em BRT, no Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)Mulher que abandonou criança em BRT, no Rio (Foto: Reprodução/TV Globo)
Nem a família, nem os investigadores conseguiram identificar a mulher que abandonou o menino no quiosque de uma empresa telefônica no terminal. Ela contou à vendedora que tinha acabado de encontrar a criança e que ela estava perdida, mas as câmeras mostraram que a mulher pegou o ônibus na estação de Santa Cruz com o menino, e eles desembarcaram, uma hora depois, no terminal Alvorada.
Por ordem da Justiça, a criança está temporariamente na casa de uma família acolhedora.

Os policiais rastrearam o celular do pai do menino e descobriram que o aparelho estava em uma favela próxima ao local onde a família morava. Os agentes foram até lá, mas não encontraram o telefone. Parentes estiveram na Cidade da Polícia, em Bonsucesso, neste domingo (16) para prestar depoimento.
Nadyne e Deonir estão desaparecidos, segundo familiares (Foto: Reprodução/Facebook)Nadyne e Deonir estão desaparecidos, segundo familiares (Foto: Reprodução/Facebook)








Do G1 Rio






magens do circuito de monitoramento de um posto de combustível em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, mostram o modo peculiar e ousado de agir de um assaltante – que roubou o local duas vezes neste fim de semana. Ele chega ao estabelecimento de táxi, à luz do dia, e abraça as vítimas para simular ser conhecido delas (assista acima). O G1 teve acesso às imagens do posto, que fica na Rua Doutor Deodato Wertheimer, no Mogi Moderno, e mostra os dois assaltos feitos pelo mesmo ladrão. No vídeo de sábado (15), é possível ver o homem de camiseta vermelha e bermuda chegando ao posto de táxi – que fica aguardando longe da bomba. Na presença de outros clientes, o suspeito desce do táxi, caminha até o frentista e o abraça. Eles conversam por um tempo e depois o frentista sai, se dirigindo para o escritório do posto e sendo seguido pelo suspeito. Ele entra e sai minutos depois, embarcando no táxi e indo embora. Já no vídeo do roubo de domingo (16), o táxi passa em frente às bombas. Depois aparece o suspeito de camiseta branca e bermuda, que novamente abraça um frentista antes de pegar o dinheiro. Ameaça Segundo a polícia, o primeiro roubo ocorreu por volta das 14h. De acordo com o funcionário, o homem anunciou o assalto e o ameaçou de morte. O frentista o levou até o caixa, onde roubou R$ 141. Após isso, o criminoso entrou no táxi e foi embora. No domingo, a ação ocorreu por volta das 12h27. O mesmo homem volta ao posto de combustíveis em outro táxi e novamente anuncia o assalto. Segundo a polícia, o suspeito intimidou o funcionário abraçando-o, da mesma forma que no dia anterior. O frentista aponta o caixa, e o homem leva R$ 144. De acordo com os funcionários, o ladrão novamente fugiu no táxi – onde havia ainda duas mulheres. Segundo o delegado Argentino da Silva Coqueiro, titular do 1º Distrito Policial, em cada roubo foi usado um táxi diferente. Dívida O taxista que acompanhou o suspeito no assalto do sábado foi ouvido pela polícia como testemunha. “Ele dizia que era para o taxista esperar que ele pegaria um dinheiro de uma dívida”, afirmou o delegado. O envolvimento das mulheres nos crimes ainda está sendo investigado pela Polícia. Segundo a polícia, além dos roubos no posto da Rua Doutor Deodato Wertheimer, o mesmo suspeito também assaltou outro posto da mesma rede na Avenida Lothar Waldemar Hoenne, no bairro do Rodeio, no final da tarde de domingo. Depois dessa ação, ele foi capturado por policiais da Força Tática. De acordo com o delegado Argentino Coqueiro, o envolvimento do suspeito em outros roubos a postos de combustíveis está sendo investigado. Ele está detido no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mogi das Cruzes, Reviewed by Bom Jardim News on terça-feira, agosto 18, 2015 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os Direitos Reservados Bom Jardim News © 2017

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.