AdSense

ÚLTIMAS

recentposts

Família de adolescente que morreu no Habib's quer exumação do corpo

Laudo aponta uso de lança-perfume como responsável pela morte de adolescente. Família diz que ele foi agredido e isso pode ter influenciado no mal súbito.







Laudo aponta que adolescente morreu de infarto após usar lança-perfume em SP
mília do adolescente João Victor Souza de Carvalho vai pedir a exumação do corpo do menino de 13 anos que morreu no dia 26 de fevereiro após uma confusão na lanchonete Habib's da Zona Norte de São Paulo. O laudo necroscópio apontou que João Victor morreu de parada cardiorrespiratória causada pelo uso de lança-perfume (veja trecho do laudo abaixo). A informação foi divulgada nesta terça-feira (7) pela GloboNews.
O resultado do exame descarta, em tese, a possibilidade de a morte do garoto de 13 anos ter sido causada após uma agressão. A Polícia Civil tinha aberto inquérito para investigar se o menor foi morto após apanhar ou se teve um mal súbito.
"Tendo em vista que há várias testemunhas que viram menino levando soco a gente entende que a exumação é importante para ver um nexo", disse o advogado da família da vítima, Gustavo Moscan da Silva, à GloboNews.
"Estranha o laudo ser rápido e informar só isso. Queremos exumação para saber se as agressões não tiveram a ver com a morte do menino, ou se as agressões ajudaram a ele ter o ataque cardíaco."

Segundo o laudo, foram encontrados tricloroetileno e clorofórmio, que compõem o lança-perfume, no corpo de João. De acordo com o exame, o uso dessas drogas pode causar arritmia cardíaca, ou seja, deixa os batimentos do coração descompassados.
Ainda de acordo com o exame, ele teve convulsão e falta de oxigenação decorrente de um infarto. O laudo também apontou que foram achados traços de cocaína no sangue do garoto. Também foram encontradas escoriações no cadáver. Apesar disso, as lesões não relacionam a morte a agressões.
Em entrevista ao G1, os empregados negaram a agressão e disseram que quem bateu no adolescente foi um cliente. Contaram ainda que o menino teve um mal súbito após correr e cair quando foi perseguido por pessoas que estavam na lanchonete. Elas tinham ido atrás de João porque o menino teria ameaçado jogar pedaços de pau nos vidros do Habib's e dos carros dos clientes.

vídeo menor arrastado Habib's (Foto: Reprodução/GloboNews)
Imagens de câmeras de segurança gravaram o momento em que João aparece segurando um pedaço de madeira. Depois ele corre. Outras pessoas vão atrás. As cenas mostram ainda dois homens de branco arrastando João pelos braços. A polícia analisa o vídeo para comprovar se o menino foi agredido, o que configuraria crime de lesão corporal.
Segundo uma catadora e um motorista de ônibus, essas duas pessoas de branco estão com uniforme do Habib's e seriam o gerente e o supervisor da lanchonete.
“Eu tava [sic] parado no semáforo, aí daqui a pouco eu vi um menino passando com pedaço de pau na mão, correu na rua, veio o rapaz do Habib's atrás dele, e veio um outro atrás dele também. Mas só vi ele dando porrada no moleque, mas semáforo abriu e não deu pra eu ver mais nada, né?", falou o motorista ao SPTV, sob a condição de que seu rosto e nome não fossem divulgados.
Ao ser questionado de como tem certeza que eram funcionários do Habib's, o motorista falou: “porque tavam [sic] com camisa branca e com símbolo do Habib's e calça preta.”
Habib's onde confusão aconteceu no dia 26 de fevereiro (Foto: Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdo )
“Gente, eu só espero justiça pelo meu filho. Porque... ele hoje não tá aqui com nóis [sic], mas ainda os que pegaram ele tá [sic] solto [sic] ainda... sabe? Eu, como mãe, eu sinto que tem alguma coisa de errado nesse negócio”, disse a mãe de João, a faxineira Fernanda Cassia de Sousa.
"Ainda é necessário se apurar de que forma essas supostas agressões e perseguição de funcionários do Habib's podem ter contribuído para a morte do menino", disse ao G1 Ariel de Castro Alves, advogado e coordenador da Comissão da Criança e do Adolescente do Condepe (Conselho Estadual de Direitos Humanos de São Paulo).

Por meio de nota, o Habib's informou neste mês que afastou os funcionários envolvidos no caso até o fim das conclusões da polícia para tomar outras medidas. A lanchonete ainda informou, por meio de sua assessoria, que repudia todo e qualquer ato de violência.






















































































































































Por G1 São Paulo
Família de adolescente que morreu no Habib's quer exumação do corpo Reviewed by Bom Jardim News on terça-feira, março 07, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os Direitos Reservados Bom Jardim News © 2017

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.