AdSense

ÚLTIMAS

recentposts

Dona de pet shop que morreu com suspeita de raiva humana é enterrada no Recife

Sepultamento de Adriana Vicente da Silva, de 35 anos, foi realizado neste sábado (1º) no Cemitério de Santo Amaro
Adriana, que estava internada no Huoc desde a segunda-feira (26) em estado gravíssimo, com suspeita de raiva humana, morreu na noite da última quinta-feira (29)
Familiares e amigos prestaram, neste sábado (1º), as últimas homenagens a empresária Adriana Vicente da Silva, de 35 anos, que morreu após ser internada no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc) com suspeita de ter contraído raiva humana. Dona de um pet shop, ela foi mordida no peito por um gato de rua que tentava resgatar em uma praça do Recife. O enterro de Adriana ocorreu por volta das 11h30, no Cemitério de Santo Amaro, também no Recife.

Emocionados, os parentes da empresária não quiseram falar sobre o caso. Amiga de Adriana e ligada aos familiares, Elisângela Silva Chagas disse que a mulher não media esforços para resgatar e salvar animais. "Ela era uma ótima profissional, uma pessoa de caráter inquestionável e também uma grande protetora de animais. Não foi a primeira vez que ela se ausentou da sua residência ou do seu estabelecimento para fazer resgate de animais. Se algum bichinho precisava de socorro, ela largava tudo e todos para salvar", contou.
Segundo Elisângela, a amiga foi acionada por uma cliente do seu pet shop para resgatar o gato. "Uma cliente ligou falando que tinha uma gato envenenado. Então ela se apavorou, pegou um antitóxico, uma caixinha e foi na praça mencionada pela cliente para salvar o gato. Foi na boa intenção de salvar o gato. Os familiares estão todso muito tristem revoltados. Uma pessoa tentar salvar uma vida e acontecer isso", lamentou. 

Entenda o caso
Adriana, que estava internada no Huoc desde a segunda-feira (26) em estado gravíssimo, com suspeita de raiva humana, morreu na noite da última quinta-feira (29). O Serviço de Verificação de Óbito (SVO) deverá confirmar a infecção pelo vírus. A última morte no Estado foi em 2006, de uma pessoa mordida por cachorro. Depois disso, em 2008, o jovem Marciano Menezes da Silva, de 24 anos, que é morador de Floresta, no Sertão, também foi contaminado após a mordida de um morcego, mas conseguiu sobreviver à doença, num registro raro na saúde mundial. Parentes da nova vítima contaram que ela foi mordida há dois meses, mas não tomou medidas profiláticas.
Por: Portal FolhaPE











Dona de pet shop que morreu com suspeita de raiva humana é enterrada no Recife Reviewed by Bom Jardim News on domingo, julho 02, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os Direitos Reservados Bom Jardim News © 2017

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.